Comercial

(71) 99318-0677

Operações

(71) 98882-7014

Administrativo

(71) 98505-0677
  • comercial@vameq.com.br

Comercial

(71) 99318-0677

Operações

(71) 98882-7014

Administrativo

(71) 98505-0677
2-treinamentos

II TREINAMENTOS DE OPERAÇÃO

3-treinamentos

II TREINAMENTOS DE OPERAÇÃO

1-treinamentos

II TREINAMENTOS DE OPERAÇÃO

2-treinamentos

II TREINAMENTOS DE OPERAÇÃO

3-treinamentos

II TREINAMENTOS DE OPERAÇÃO

1-treinamentos

II TREINAMENTOS DE OPERAÇÃO

Em 2015, mais de 2500 pessoas morreram em acidentes de trabalho no Brasil, segundo o Ministério do Trabalho e Previdência Social. A OIT – Organização Internacional do Trabalho aponta que 40% foram ocasionadas por quedas de alturas superiores a 2m. São mais de 1000 mortes/ano ou quase 5 por dia útil de trabalho. Os custos ao país e aos empregadores passam de R$ 950 milhões anuais. São mais de 140.000 ações trabalhistas ajuizadas contra empregadores todos os anos.

A inclusão do Anexo IV – Plataformas Aéreas de Trabalho, no texto da norma NR-18 (Trabalho na Indústria da Construção) tem contribuído ao longo dos anos para uma significativa evolução na cultura de uso da Plataforma de Trabalho em Altura e na melhoria das condições de segurança dos trabalhadores. Porém, ainda percebemos um elevado número de acidentes de trabalho, a maioria ocasionado por quedas, demonstrando que ainda temos muito a evoluir.

Os cursos de operação da VAMEQ são realizados por profissionais altamente qualificados, com conhecimento da legislação vigente, habilitados e certificados pelos maiores fabricantes de equipamentos do mundo. Possuem duração mínima de 08 horas, onde são abordados conceitos teóricos e práticos:

  • Inspeção diária do equipamento – (check list);
  • Legislação aplicável à operação de plataforma;
  • Descrição dos equipamentos;
  • Análise de risco no local de trabalho;
  • Procedimentos de embarque e desembarque;
  • Dispositivos de segurança e emergência dos equipamentos;
  • Operação segura do equipamento.

QUAIS EPIS DEVO UTILIZAR?

O EPI é importante para proteger os profissionais, individual e coletivamente, reduzindo riscos e ameaças aos trabalhadores. O uso dos equipamentos de proteção é determinado por uma norma técnica chamada NR 6, que estabelece que os EPIs sejam fornecidos de forma gratuita ao trabalhador para o desempenho de suas funções dentro da empresa.

É importante que os profissionais façam o uso adequado dos equipamentos de proteção individual. Os EPIs devem ser utilizados durante todo o expediente de trabalho, seguindo todas as determinações da organização.

Os equipamentos perdidos ou danificados devem ser substituídos imediatamente. O uso adequado e responsável do EPI evita grandes transtornos para o trabalhador e, também, para a empresa, além de garantir que as atividades sejam desempenhadas com mais segurança e eficiência.

Os equipamentos de proteção individual devem ser mantidos em boas condições de uso e precisam ter um Certificado de Aprovação (CA) do órgão competente para garantir que estão em conformidade com as determinações do Ministério do Trabalho. Empregados e empregadores devem compreender a importância do uso de equipamentos de proteção no dia a dia da empresa.

Top